sexta-feira, 5 de abril de 2019

Uma viagem pelo mundo de Hans Zimmer

Hans Zimmer dispensa apresentações para quem é um verdadeiro cinéfilo, especialmente para aqueles que prestam uma atenção especial às bandas sonoras dos filmes. The World Of Hans Zimmer era um concerto muito aguardado pelos fãs do compositor, ainda que todos soubessem que esta tour apenas trazia a sua orquestra e não o próprio Hans Zimmer. 

Para quem nunca leu este nome ou ouviu falar desta pessoa, basta-me apenas dizer que este escreveu bandas sonoras para filmes como O Rei Leão, The Dark Knight, Spirit, Rush, Missão Impossível, Piratas das Caraíbas, entre muitos, mutos outros. E o que este concerto ia apresentar era precisamente uma viagem pelos melhores êxitos de Hans Zimmer, tocados em palco pela talentosa e incrivelmente diversificada Belarusian Bolshoi Theatre Orchestra


Marcado já há alguns meses, o tão aguardado concerto aconteceu na passada quarta-feira, dia 3 de Abril, e esgotou por completo a Altice Arena, em Lisboa. Pessoas de todas as idades formavam o publico, pois Hans Zimmer tanto compôs canções para filmes mais adultos como para filmes mais infantis. 

Quando o espetáculo começou, a Orquestra começou logo por tocar a música do filme The Dark Knight, o Batman de Christopher Nolan. Na minha opinião, esta música que pouco mais serviu do que para fazer uma breve introdução, podia ter levado mais tempo, pois é uma das bandas sonoras mais épicas compostas por Zimmer.

De seguida, houve tempo para rever clássicos como King Arthur, Pearl Harbor e Rush. Foi ainda na primeira parte do concerto que Lisa Gerrard, amiga de Zimmer, subir ao palco para cantar o tema de Missão Impossível 3. A cantora voltaria quase no final do espetáculo para uma excelente interpretação do tema de Gladiador


The DaVinci Code marcou o final do primeiro set e foi o tema que mais tempo durou, um pouco desnecessariamente, pois pareceu prolongar-se por demasiado tempo, muito ao contrário do tema de The Dark Knight, que é até bem mais conhecido. No entanto, aqui tivemos um excelente trabalho por parte do coro – que, por sua vez, aparecia em andaimes que estavam por detrás dos grandes ecrãs no palco, que conseguem ver na fotografia. 

A segunda parte do concerto trouxe os momentos mais altos da noite, mas primeiro dedicou-se aos filmes de animação. Começou com o alegre tema de Madagascar, que parecia ser desnecessário na setlist, mas serviu para animar o público, pois teve mesmo as personagens do filme a dançar no ecrã e foi bastante animado. De seguida, foi a vez de se ouvir o incrível tema de Spirit, acompanhado com imagens do cavalo selvagem e da sua amiga águia. Depois, o som da flauta de um dos músicos reinou na interpretação de um dos tema de Kung Fu Panda, pouco antes de chegar um dos mais aguardados momentos da noite, o tema de O Rei Leão, que foi bastante aplaudido, pois, de facto, foi incrível e muito emocionante. Ainda assim, o melhor da noite estava por vir, mas pouca gente na Altice Arena (ou até mesmo ninguém) sabia… 


Ao longo do concerto, durante pequenos minutos que serviam de pausa para os músicos, nos grandes ecrãs apareciam vídeos de Hans Zimmer a introduzir as canções e a contar um pouco acerca do modo como as compôs. No entanto, quando chegou a vez de tocar o tema de Inception, o próprio Zimmer tocou piano nas gravações em vídeo e foi acompanhado pela sua orquestra. Só que a determinado momento, o som de uma guitarra soou mais alto que o piano… E o próprio Hans Zimmer entrou em palco, para surpresa de todos! A Altice Arena ficou ao rubro, pois o compositor raramente aparece nos concertos desta tour

Para terminar o espetáculo, a orquestra encerrou com um alegre tema de Os Piratas das Caraíbas e, no final, o concerto foi aplaudido ao máximo, pois foi, sem dúvida alguma, uma noite muito agradável a recordar o melhor do cinema e da música. 


Desta vez, a casa esteve cheia e o público ficou contente. Para quem perdeu esta oportunidade, mas tem interesse em assistir, não há problema! É que mesmo antes de o espetáculo começar, foi marcada uma nova data para o regresso de The World Of Hans Zimmer a Portugal: dia 8 de Dezembro!
SOBRE A AUTORA

Estudante de Cultura e Comunicação, com uma grande admiração pela sétima arte. Vejo filmes desde criança e sempre tive um gosto especial pelas animações e grandes clássicos. A criação deste espaço foi a solução para ligar este meu interesse à escrita, da qual também tanto gosto!

4 comentários: