sábado, 19 de outubro de 2019

Uma estadia no "Hotel Transylvania"

Estamos em Outubro e não sei quanto a vocês, mas este é aquele mês em que me apetece sempre dedicar o meu tempo a filmes que cheirem a Halloween ou que, no mínimo, envolvam criaturas misteriosas, vampiros, fantasmas, monstros, tudo isso. Curiosamente, acho que alguns filmes de animação ficam sempre a ganhar nesta altura e para mim é o caso da agora trilogia do Hotel Transylvania. São filmes divertidos que se podem ver a família e que não deixam de transmitir aquela sensação spooky que tanto se quer durante este mês. 


Foi em 2012 que tivemos a nossa primeira estadia no hotel mais monstruoso de sempre. Hotel Transylvania apresentou-nos o vampiro Drácula, que depois da morte da sua mulher criou um hotel onde poderia proteger para sempre a sua filha Mavis dos humanos. Tudo corria como planeado, até ao momento em que Mavis decide que quer visitar os humanos. Para a impedir, Drácula engana-a, mostrando-lhe que os humanos são maus. O plano resulta, mas mais tarde surge Johnny: um jovem humano que vai parar ao Hotel. Assim que o vê, Mavis sente um zing – uma espécie de amor à primeira vista, mas para monstros. Drácula, vê-se obrigado a ter de aceitar o rapaz, mas não sem antes tentar convencer a filha de que aquele amor não é para ela. 


Já em 2015, os monstros regressam com Hotel Transylvania 2, que nos apresenta Mavis e Johnny já a viverem felizes e com uma grande novidade: vão ser pais. Quando Dennis nasce, Drácula tenta perceber se a criança também é um vampiro ou não – mas aparenta não ser, sem ter sequer desenvolvido os caninos tão característicos dos vampiros. Então, decide que Dennis tem de ser um vampiro à força toda e juntamente com os seus amigos mostra-lhe que ser monstro é fixe. É apenas perto do final do filme, quando a esperança de Drácula (e a nossa também) está a começar a esvair-se, que Dennis se transforma num vampiro, enchendo assim o seu avô de orgulho. 


Mais tarde, em 2018, chegámos ao terceiro filme: Hotel Transylvania 3: Umas Férias Monstruosas. Depois de perceber que o seu pai não abandonou o Hotel desde a morte da sua mãe, Mavis decide agendar umas férias para toda a família, para que Drácula tenha boas recordações. No entanto, é num cruzeiro monstruoso que Drácula volta a encontrar o amor e tem novamente um zing, com a capitã, Ericka. Mas existe um problema: Ericka odeia monstros e é da família de um homem que há muitos anos tentou matar o vampiro. 


Tenho de admitir: este filme deixou-me com imensas saudades do Hotel. A ideia de levar os monstros para um cruzeiro é bastante interessante a uma primeira vista. E ainda que ao início seja divertida, a partir de um certo momento torna-se um pouco mais cansativa – talvez quando começamos a perceber que o plano da capitã do navio é apenas acabar com os monstros, mas calculamos logo que isso não vai acontecer.


O problema deste filme é que se esforça demasiado para ser engraçado. E, ao contrário do que aconteceu com Hotel Transylvania e Hotel Transylvania 2, aqui as piadas não são tão boas e parecem repetir-se. Por sua vez, as personagens, como é o caso do Drácula (ainda que esteja completamente apaixonado), parecem bastante diferentes do que já tínhamos visto e perdem um pouco o seu interesse. No entanto, este não deixa de ser bom para quem seguiu os outros dois. Só que ao contrário dos outros, este não dá tanto aquela sensação spooky; é mais um filme de Verão do que propriamente um que deixe vontade de recordar durante o Halloween. Ainda assim, claro, quem vê dois vê três, por isso mais vale ver a trilogia completa!
SOBRE A AUTORA

Estudante de Cultura e Comunicação, com uma grande admiração pela sétima arte. Vejo filmes desde criança e sempre tive um gosto especial pelas animações e grandes clássicos. A criação deste espaço foi a solução para ligar este meu interesse à escrita, da qual também tanto gosto!

12 comentários:

  1. Depois de ver alguns fragmentos soltos, fiquei com imensa vontade de ver Hotel Transylvania, mas fui adiando sempre. E continuo sem saber quando me aventurarei na trilogia :p

    ResponderEliminar
  2. Para mim fazia mais sentido ser no hotel, mas também percebo a ideia deles, mudarem um pouco...concordo contigo, este filme faz-me lembrar o Halloween!

    ResponderEliminar
  3. Com bons filmes para todos os gostos. Desejo um bom fim de semana para si Joana Grilo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um bom fim de semana para si também e obrigada por mais uma visita!

      Eliminar
  4. adoro Outubro e a preparação para o Halloween, é um mês fantástico! nesta altura gosto mais de ver os clássicos filmes de terror tipo Halloween, Pesadelo em Elm Street e Sexta Feira 13, mas por acaso também ando há muito tempo para ver estes filmes, parecem tão fofos!
    beijinhos :) https://ratsonthemoon.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também prefiro, mas sobre esses já temos falado várias vezes por aqui... Então temos de variar um bocadinho...

      Eliminar
  5. OI Joana, sim outubro inspira a assistir esses filmes com temas mais voltados ao Halloween. Eu adoro os filmes da Transylvania. Mas não cheguei a assistir ao terceiro. Mas até fiquei com vontade, apesar de agora estar sabendo que ele não está tão engraçado quanto os outros.
    Boas dicas.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem vê dois, vê três... Acho que vale a pena ver na mesma!

      Eliminar
  6. Só vi o primeiro e adorei.
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então, porque não ver o segundo também? É o mesmo estilo!

      Eliminar