segunda-feira, 26 de abril de 2021

Os vencedores da 93ª gala dos Óscares!

Decorreu esta madrugada a 93ª gala dos Óscares, de um modo atípico, fortemente marcado pela pandemia, ainda que no Dolby Theatre e na Union Station em Los Angeles poucas fossem as máscaras a ser usadas. Nas palavras de Regina King, uma das primeiras a apresentar as categorias, os espectadores poderiam “imaginar aquela gala como sendo o cenário de um filme, em que todos os atores presentes foram testados e vacinados, seguindo todas as normas de segurança”. Se durante os outros anos, os Óscares pareciam mostrar um mundo à parte – um mundo de luxo, inacessível para muitos de nós –, a verdade é que desta vez, inevitavelmente, sentiu-se que estamos, de facto, todos no mesmo barco, ainda que tenha havido ali a reunião de várias estrelas de Hollywood e arredores para celebrar o que de melhor se fez recentemente no Cinema. 

Infelizmente, desta vez sentiu-se que o que estávamos a ver não era mesmo os Óscares. A montagem da sala era muito distinta do habitual, assim como as apresentações dos nomeados e os discursos. Por exemplo, durante os anúncios dos nomeados, Laura Dern dedicou palavras a cada um, e isto foi algo que se foi repetindo ao longo da noite, prolongando os tempos dos anúncios, até porque desta vez a Passadeira Vermelha – também tão marcante nas outras cerimónias – foi encurtada. O resultado: se não fosse a presença de caras tão conhecidas, todas ali reunidas, esta não ia parecer uma gala dos Óscares. Mas foi o possível durante este ano e o importante é ter acontecido, ainda que com um tom bastante anticlimático. 

Relativamente aos prémios, Mank foi o grande derrotado da noite e Nomadland - Sobreviver na América o vencedor. Importante é ainda destacar a grande vitória de Chloé Zhao na categoria de Melhor Realização, tendo sido apenas a segunda mulher a vencer este prémio, depois de Kathryn Bigelow, em 2010. De resto, assim como tem vindo a acontecer nos últimos anos, os prémios parecem ter sido bem distribuídos pelos vários nomeados, sendo que no final poucos foram para casa de mãos a abanar. 


De seguida, podem consultar a lista de nomeados aos Óscares e os vencedores de cada uma das categorias, destacados a verde.

Melhor Filme
  • The Father
  • Judas and the Black Messiah
  • Mank
  • Minari
  • Nomadland
  • Promising Young Woman
  • The Sound of Metal
  • The Trial of the Chicago 7

Melhor Ator
  • Riz Ahmed, The Sound of Metal
  • Chadwick Boseman, Ma Rainey's Black Bottom
  • Anthony Hopkins, The Father
  • Gary Oldman, Mank
  • Steven Yeun, Minari

Melhor Atriz
  • Viola Davis, Ma Rainey's Black Bottom
  • Andra Day, The United States vs Billie Holiday
  • Vanessa Kirby, Pieces of a Woman
  • Frances McDormand, Nomadland
  • Carey Mulligan, Promising Young Woman

Melhor Ator Secundário
  • Sacha Baron Cohen, The Trial of the Chicago 7
  • Daniel Kaluuya, Judas and the Black Messiah
  • Leslie Odom, Jr., One Night in Miami
  • Paul Raci, The Sound of Metal
  • Lakeith Stanfield, Judas and the Black Messiah

Melhor Atriz Secundária
  • Maria Bakalova, Borat Subsequent Moviefilm
  • Glenn Close, Hillbilly Elegy
  • Olivia Colman, The Father
  • Amanda Seyfried, Mank
  • Youn Yuh-jung, Minari

Melhor Filme de Animação
  • Onward
  • Over the Moon
  • A Shaun the Sheep Movie: Farmageddon
  • Soul
  • Wolfwalkers

Melhor Design de Guarda-Roupa
  • Emma
  • Ma Rainey's Black Bottom
  • Mank
  • Mulan
  • Pinocchio

Melhor Banda Sonora
  • Da 5 Bloods
  • Mank
  • Minari
  • News of the World
  • Soul

Melhor Curta-Metragem de Animação
  • Burrow
  • Genius Loci
  • If Anything Happens I Love You
  • Opera
  • Yes-People

Melhor Curta-Metragem Live-Action
  • Feeling Through
  • The Letter Room
  • The Present
  • Two Distant Strangers
  • White Eye

Melhor Edição de Som
  • Greyhound
  • Mank
  • News of the World
  • Soul
  • The Sound of Metal

Melhor Argumento Adaptado
  • Borat Subsequent Moviefilm
  • The Father
  • Nomadland
  • One Night in Miami
  • The White Tiger

Melhor Argumento Original
  • Judas and the Black Messiah
  • Minari
  • Promising Young Woman
  • The Sound of Metal
  • The Trial of the Chicago 7

Melhor Cinematografia
  • Judas and the Black Messiah
  • Mank
  • News of the World
  • Nomadland
  • The Trial of the Chicago 7

Melhor Realizador
  • Thomas Vinterberg, Another Round
  • David Fincher, Mank
  • Lee Isaac Chung, Minari
  • Chloé Zhao, Nomadland
  • Emerald Fennell, Promising Young Woman

Melhor Documentário
  • Collective
  • Crip Camp
  • The Mole Agent
  • My Octopus Teacher
  • Time

Melhor Curta-Metragem Documental
  • Colette
  • A Concerto Is a Conversation
  • Do Not Split
  • Hunger Ward
  • A Love Song for Latasha

Melhor Edição
  • The Father
  • Nomadland
  • Promising Young Woman
  • The Sound of Metal
  • The Trial of the Chicago 7

Melhor Filme Estrangeiro
  • Another Round
  • Better Days
  • Collective
  • The Man Who Sold His Skin
  • Quo Vadis, Aida?

Melhor Caracterização
  • Emma
  • Hillbilly Elegy
  • Ma Rainey's Black Bottom
  • Mank
  • Pinocchio

Melhor Música Original
  • Fight for You, Judas and the Black Messiah
  • Hear My Voice, The Trial of the Chicago 7
  • Husavik, Eurovision Song Contest
  • Io Si (Seen), The Life Ahead
  • Speak Now, One Night in Miami...

Melhor Design de Produção
  • The Father
  • Ma Rainey's Black Bottom
  • Mank
  • News of the World
  • Tenet

Melhores Efeitos Visuais
  • Love and Monsters
  • The Midnight Sky
  • Mulan
  • The One and Only Ivan
  • Tenet
QUEM ESCREVEU ESTE ARTIGO?

Um grilo falante que lê livros, vê filmes e coleciona figuras e outras tralhas. Tenho um grande gosto pelos grandes clássicos e pelas animações. Na minha lista de longa-metragens favoritas estão E Tudo o Vento Levou (1939), Cinema Paradiso (1988), Forrest Gump (1994) e La La Land (2016).

1 comentário: